19 de fevereiro de 2010

Os doidos que Montreal inclui

15 .
Isso mesmo, aqui, os doidos, pirados, são tratados como pessoas (quase) "normais", com respeito; como todos devem ser. Não são excluídos da sociedade. Claro que os perigosos não ficam soltos. Mas os que não oferecem risco à população, ficam livres e em todos os lugares eles estão. Entre esses piradões, e aí os níveis são de levemente doidos a doidões de pedra, estão os que assim ficaram por causa das drogas, e estes não são poucos. E sim, existem aqueles que já nasceram com alguma desordem psiquiátrica ou a adquiriram por alguma outra razão.

Nunca vi tantos!

Ontem mesmo no metrô, tinha uma mulher piradíssima no modo de se vestir e de se portar. Não que as pessoas se vistam todas certinhas aqui. Não e não. Quem mora aqui sabe bem: cada um vive como quer e ninguém tem nada com isso. Ninguém mesmo ficará te olhando ou achando estranho se você resolver sair com uma melancia na cabeça, vestindo uniforme militar e cantando o Hino Nacional do Brasil em chinês.

Mas voltando ao assunto; deixando de lado então suas vestimentas, a pessoa em questão também carregava a fisionomia de muito drogada, além de mal conseguir parar em pé. Chegou pedindo informação sobre como ela fazia para ir em tal lugar e alguns, incluindo eu, realmente não sabiam, mas pensavam e diziam algo que pudesse ajudá-la. Ela virava-se, sentava-se, levantava-se. Postou-se rapidamente em pé, frente a uma senhora que estava sentada ao meu lado, e fez novamente a pergunta, enquanto tentava se manter ereta. Por fim, essa sabia e foi lhe dando as coordenadas. Depois de questionar e concordar, virou-se "tout à coup" e foi-se embora


Um outro de cabelo como quem tomou um choque de desenho animado, no shopping, vi desde longe, em cada mesa que se aproximava, dava um giro em volta de si, parava e dizia algo. Assim fazia até chegar a mim, que já estava com vontade de rir, mas me segurei. Isso presenciei no primeiro dia em Montreal. Tem aqueles que já são figuras carimbadas, como a de uma senhora que se veste com traje social, com direito a bolsa de mão. Discreta e com fala distinta, vive a pedir dinheiro. Mas nada, em nenhum desses casos, que te deixe incomodado ou acabe com o seu sossego, como diria alguns brasileiros. Como já disse, ninguém pára o que está fazendo para se escandalizar ou se incomodar com o outro. E estes, os que possuem algum problema mental, por sua vez, também não vão ficar te apurrinhando. Eles vivem relativamente tranquilos, pois não se sentem ameaçados. Mais fácil são os "normais" te encherem o saco.


Essas são algumas das muitas histórias diárias, absolutamente normais (sem aspas) por aqui. O que já me disseram, é que o mesmo direito que nós, imigrantes ou cidadãos canadenses temos de trabalhar aqui ou em qualquer outra cidade, eles tem de ir e vir. E ponto final. Eu aprovo. E você o que acha disso? Concorda ou sem corda?

"Se me apetece rir de um louco, não preciso de ir procurar muito longe; rio de mim mesmo."

Séneca

18 de fevereiro de 2010

Sábado de sol com amigos!

1 .
Pessoal, atualizacao rapidinha.

Sábado (13) tivemos um dia muito gostoso na companhia do casal de amigos finíssimos Ricardo e Rosângela do Ri e Ro - Agora direto de Laval. Foi muito bom tudo! E a Elizângela que aparece na foto que vocês verao, é nossa atual vizinha de prédio, e ontem batemos um papinho no corredor; eu, ela, seu digníssimo e o Juba. Nós brasileiros nao perdemos uma oportunidade, rsrsrs. Como disse a Rosângela, o Ricardo e o Marcelo, gente muitíssimo boa. Verdadeiramente. Juba falou que eles tem blog, entao, assim que tiver o endereco dele posto aqui.

Vejam o post desse dia: Sábado de sol. Adoramos que eles tenham postado a respeito!
Atualizarei sobre esse dia aqui no jubaedea, mas agora tenho que irrrr.

fuuuiii

17 de fevereiro de 2010

Recadinhos

2 .
Olá pessoal,
passando rapidinho para dar um alô, diretamente da biblioteca de Montreal. Adoro isso tudo! Se pudesse, dormia aqui, rsrs.

Vamos lá:
  • Estou, a medida do possível, respondendo os comentários, na própria caixa de comentários de cada post do jubaedea. Seria interessante também vocês deixarem alguma forma de contato, como o endereco do seu blog por exemplo. Na prórpia caixa de comentários têm lugar próprio para isso. Assim poderemos visitá-los e/ou mantermos contato. Difícil mesmo sao as pessoas que "nao" preenchem o campo "nome", e conversam como velhos e bons amigos. Alguns "suponho" quem sejam, outros, fico quebrando a cabeca e nada, rsrs.
  • Bom, por falar nissso, parece que a caixa de comentários voltou a funcionar "para todos", ufaa. Vamos ver se vinga. Se alguém ainda nao estiver conseguindo deixar mensagem, manda um email pra gente (jubaedea@gmail.com). Daí eu mudo tudo isso aqui. Comigo é assim! rsrs. Aliás, quando for possível, quero mudar um pouquinho a cara do blog. 
Bom gente, deixe-me ir, preciso andar, lára laiá... Vou, mas volto!
Espero em breve atualizar o nosso timeline, com fotos e tudo!
  • ps. desculpem a falta (ainda) de alguns acentos. É que cada micro que pego, o teclado tá configurado de uma forma, e nao tenho tempo hábil (e saco, sejamos sinceros) de aprender como usá-lo.
beijos à todos.

15 de fevereiro de 2010

Testando - postagem pelo iPhone

3 .
Vamos ver se dá certo:)



10 de fevereiro de 2010

Sinal de vida e fotinhas de Montreal

20 .
Olá amigosss

Digitando diretamente de Laval. Parece que faz um tempao que nao escrevo aqui no Juba e Dea. Tanta coisa rolando, e a gente nao dá conta de postar quase nada. Como ainda nao temos computador próprio, fica um pouco mais difícil.

Aí vai uma pitadinha super rápida do que temos feito:

Depois de ficarmos 10 dias em Montreal, como planejado desde o Brasil, viemos para a casa do amigo Marcelo Godois, aqui em Laval, que no momento se encontra no Brasil, passando férias com a família, aeee! Ficaremos aqui até dia 07 de marco.                                                                                   
Eles foram para a chuva e nós viemos para a neve. Aliás, todos aqui só dizem que esse inverno está "quase" sem neve, que está super "su" etc. Pra nós está ótimo entao. Estamos curtindo tudo.

Transporte público

Já disse (?) o quanto Montreal é linda. E estamos gostando de Laval sim senhor. Como o nosso bilhete  de transporte é intermetropolitano, todos os dias fazemos a ponte Laval-Montreal. Aliás, esse bilhete, é válido por um mês e podemos usá-lo à vontade no metrô, onibus e trem. Ainda bem, porque senao já estaríamos em sérios apuros financeiros, de tanto que usamos os meios de transportes daqui. Ah. É o velho e ótimo sistema de transporte canadense.

Tudo acontece no horário marcado. Se está escrito na placa do ponto que o ónibus chegará às 04: 31min, pode ficar olhando pro caminho que ele chegará nesse horário. Idem para metrô e acredito que também para o trem. É assim mesmo, horários quebradinhos, mas certinhos.

Documentacao, francisacao e biblioteca

Já tiramos em Montreal, todos os documentos de eimigrantes canadenses necessários. Também já nos inscrevemos na francisacao, com rendez-vous para teste de nivelamento marcado para dia 12, que recebemos pelo correio. No quesito trabalho, desde que chegamos estamos nos informando, pesquisando e tudo o mais. Há muito ainda por fazer.

Em todos os órgaos públicos, fomos muito bem recebidos, principalmente quando falávamos que eramos imigrantes recém-chegados.
Também já temos a carteirinha da Grande de Bibliothèque Quèbec, e podemos fazer várias coisas sem ter que pagar um tostao, ou melhor, nenhum dólar. Usar internet, tirar cópias (xerox), levar livros para casa, cd`s, dvd`s, etc, etc.

Cultura

Em Montreal a cultura é para todos. Acessível ao povo e nao apenas a um grupo elitizado. Por exemplo, na estacao de metrô Place des Arts, como o próprio nome diz, bomba cultura. Teatros, salas de música, projecoes, etc. Alí se vê todos os tipos de pessoas, classes e estilos sociais. Depois contarei sobre a cidade subterrânea.

- Coisa boa é ver sempre, em todos os lugares, pessoas de todas as idades lendo.
                                         --------------

Bom, por hoje é só. Tenho muito a dizer, mas por hora, vou-me embora nao para Passárgada, mas para Montreal, rsrs. Vou mais volto. 

ps, aí vai algumas fotinhas, inclusive da comemoracao do meu níver. Aaeee!

De passagem, "Parc olympique"

tentativa de fazer um anjo
 


No "Les deux pierrots", bar quebecois. Dancamos até cair, rsrsrs. Maior festa!

     Pena que as fotos ficaram muito zuadas (essas sao as melhorzinhas, rsrs). Vamos aguardar as da câmera da Aninha.



 
 

 


Vamos reciclar. No café da Biblioteca de Quebéec.


 Num metrô em Montreal

Abracos diretamente da terra gelada, que nesse inverno, nem tanto.

1 de fevereiro de 2010

Fotos2 - Em Montreal

4 .
Algumas das fotos em que eu e Juba aparecemos juntos, foram tiradas por uma quebecoise que se ofereceu por livre e espontanea vontade.

A estacao da Sé de Montreal


Encontro com muito gostoso com o pessoal de Montreal e Laval.  Boliche (Babi , voce tem fotos?) e jantar no restaurante mexicano muito divertido "Los 3 Amigos". A comida é boa!

Na casa de Carlos e Meire. Brincar é com a gente mesmo!

Comentários no blog

0 .
Pessoal, muita gente tem se quixado, já faz um tempao, que nao consegue comentar aqui no blog. Eu mesma tentei responder um comentário e nao consegui. Outras conseguem numa boa. Estou sem tempo de ver "o que se passa", mas assim que possível, tentarei dar um jeito.

Peco que tenham paciencia e tentem comentar (ou nao, rsrs)

inté ++

Fotos1 - Aeroporto do Brasil

0 .

Pessoal, passando rapidamente para deixar umas fotinhos. Volto para dar notícias do nosso dia a dia aqui em Montreal.

Aeroporto Brasil








Vip é outra coisa. Na primeira classe, até a aeromoça quis sair na foto, hahahahah!